Carlos Pires de saída do GD Chaves, Rui Correia a chegar

Treinador de guarda-redes acompanha Leonardo Jardim na ida para a China, terminando a segunda passagem pelo Desportivo.

Cinco anos depois do regresso a Trás-os-Montes, Carlos Pires volta a deixar o Municipal de Chaves para acompanhar Leonardo Jardim, com quem trabalhou no Desportivo, Beira-Mar, Sp. Braga e Olympiakos.

Com quase 20 anos de experiência no treino de guarda-redes, Pires chegou ao clube da terra em 2004/05, ficando cinco anos em Chaves até Leonardo Jardim, com quem trabalhou no Municipal em 2008/09, rumar ao Beira-Mar com o técnico flaviense na bagagem. Seguiu-se uma ligação de quatro anos com o treinador madeirense, passando por Aveiro, Braga e Grécia até voltar a Chaves, depois de não conseguir acompanhar Jardim para Alvalade por limite de elementos na equipa técnica imposto pela direção verde-e-branca. Após mais cinco anos de Chaves e múltiplas nomeações para melhor treinador de guarda-redes do país pela página “O Mundo dos Guarda-Redes”, um dos melhores técnicos flavienses volta a ter uma aventura no estrangeiro.

Na calha para substituir o técnico flaviense está Rui Correia, dos sub-23 do Sporting, que passou pelo Desportivo de Chaves enquanto jogador em 1991/92. Após terminar a carreira no Estoril Praia e com dois títulos de campeão nacional no bolso, Correia virou-se para o treino de guarda-redes, passando por Portimonense, Olhanense, Académica, Sp. Braga, OFI (Grécia), Belenenses, Shandong Luneng e Sporting B.

Rui Correia regressa agora a Chaves, quase 30 anos após a primeira passagem por Trás-os-Montes.

Outras publicações

Leave a Comment