Fonte: GD Chaves

Fonte: GD Chaves

 

De cara lavada. É assim que o Desportivo de Chaves se vai apresentar na temporada 2023/2024, com uma autêntica revolução esperada no plantel azul-grená, que deve manter apenas 12 jogadores da época passada.

 

A debandada já levou João Mendes, João Teixeira e Paulo Vítor – titulares habituais – para outras paragens. Juninho prepara-se para ser vendido, Sidy Sarr e Obiora devem sair e Jonny Arriba e Luther Singh acabaram os empréstimos. Agora, segundo O Jogo, Ponck e Nélson Monte não devem renovar com o GD Chaves.

 

Há 12 jogadores que devem continuar no GD Chaves na próxima época

 

Mas há mais saídas à vista, com João Correia e Bruno Langa à beira de sair para outros clubes, com o Desportivo de Chaves a encaixar vários milhões de euros com os dois laterais. Já Habib Sylla, lateral direito que teve uma época difícil em Trás-os-Montes, pode deixar o Municipal em definitivo ou por empréstimo.

 

Contratações com perfil definido: jovens com potencial para valorizar

 

 

Chega de saídas, vamos aos reforços: Sandro Cruz, lateral esquerdo de 22 anos, fica em definitivo no Desportivo de Chaves e é o candidato principal a ficar com o lugar de Bruno Langa.

 

Este será mesmo o exemplo de contratação dos Valentes Transmontanos este verão, com a procura por jogadores jovens que possam valorizar e ser rentáveis no futuro, à imagem de Alexsandro e Bruno Langa.

 

O médio defensivo de 23 anos Pedro Pinho deve ser o primeiro reforço anunciado para a nova época, depois de uma boa época na AD Sanjoanense, da Liga 3. O avançado Uros Milovanovic e o lateral esquerdo Abner são outros jogadores apontados ao Chaves.

 

Guilherme, defesa que esteve no GD Chaves mas pouco jogou, pode ficar em definitivo após negociações com o Ceará.

 

Também há nomes experientes na lista, para conjugar com a juventude, como é o caso o defesa Maracás, que esteve desde janeiro no Paços Ferreira por empréstimo de um clube do Dubai.

 

Emprestados: jovens têm uma palavra a dizer

 

 

Com tantas saídas e enquanto o grosso dos reforços não passa o Marão, o novo treinador José Gomes vai ter a oportunidade de ver de perto os jogadores que estiveram emprestados na última época pelo GD Chaves.

 

Assim, o guarda-redes Samu, o defesa Rúben Pereira, o médio Hélder Morim e os avançados Picas e Pedro Ribeiro devem fazer a pré-época com a equipa principal e tentar convencer o técnico flaviense.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

P