Marítimo 1-2 GD Chaves: Reviravolta triunfal

Fonte: GD Chaves

 

Foi preciso sofrer, mas os três pontos chegam ao Desportivo de Chaves pela primeira esta época. Numa grande exibição flaviense, mas com dificuldades na finalização, valeram os heróis da subida para garantir a vitória.

 

Sem mexidas no onze, os transmontanos entraram fortes e João Correia podia ter marcado bem cedo após má saída do guarda-redes madeirense, mas cabeceou ao lado. Héctor, João Mendes e novamente João Correia tiveram o golo nos pés, mas Miguel Silva foi uma barreira difícil de quebrar.

 

 

Do outro lado, Paulo Vítor fez-se gigante, especialmente numa saída fantástica a evitar o primeiro golo do Marítimo. Mas a barreira flaviense cedeu: depois de João Correia rematar pouco ao lado, os madeirenses responderam com golo de Joel Tagueu, que apareceu sozinho na área para o 1-0.

 

À beira do intervalo, oportunidade enorme para o GD Chaves fazer o empate, num penálti assinalado depois de Correia ser pisado. Mas João Teixeira, tenso, rematou ao lado.

 

Santos da casa fazem milagres

 

Flavienses conseguiram o primeiro triunfo no campeonato Fonte: GD Chaves

 

De orgulho ferido, o Chaves entrou determinado na segunda parte e Batxi esteve à beira de um golaço, negado por uma grande defesa do guarda-redes. Mas a boa exibição flaviense acabou recompensada.

 

O recém-entrado Jonny Arriba mexeu com o jogo e assistiu João Teixeira, que atirou forte e colocado para o 1-1. Golaço do capitão flaviense, que se redimiu do penálti falhado.

 

A vitória sorriu aos Valentes Transmontanos pouco depois: Paulo Vítor lança João Correia, cruzamento para o meio da área e Batxi a cabecear para a reviravolta. Um golo nascido das rotinas da época passada.

 

O Desportivo de Chaves soma os primeiros três pontos da temporada, com justiça, num jogo de festa para as dezenas de adeptos presentes na Madeira.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

João Correia
Fonte: GD Chaves

 

João Correia – Igual a si próprio. Foi o dono da ala direita do GD Chaves e nunca pareceu incomodado com os adversários. Teve várias oportunidades para marcar, mas fez a assistência para o golo da vitória.

 

O DESAPARECIDO

 

Héctor Hernández
Fonte: GD Chaves

 

Héctor – Até começou bem, mas foi-se perdendo ao longo do jogo. Um golo vai dar confiança ao espanhol, que teve uma tarde difícil na Madeira.

 

DISCURSO DIRETO

 

João Batxi: “Pecámos na finalização na primeira parte, falhámos um penálti, mas não desistimos. Voltámos com a sensação que podíamos dar a volta. Acreditámos até ao fim, é o espírito da equipa.”

 

Vítor Campelos: “Fizemos uma boa primeira parte, com várias oportunidades que nos podiam ter adiantado no marcador. Não foi isso que aconteceu, o Marítimo acabou por marcar um golo mesmo um pouco contra a corrente do jogo.  A palavra de ordem era manter a organização e continuar aquilo que estávamos a fazer, equilibrados, porque só assim é que podíamos dar a volta ao resultado. Creio que fizemos isso com qualidade e justiça.”

 

ONZE INICIAL E SUBSTITUIÇÕES

 

Chaves

28Paulo Vítor Guarda-Redes
77João Correia 2 Defesa
5Bruno Langa Defesa
3Nélson Monte Defesa
19Steven Vitória Defesa
6Kevin Pina Médio
8João Mendes 26 Médio
10João Teixeira 70 Médio 70'
11João Batxi 95 Avançado 75'
73Benny Sousa 28 Médio
89Héctor Hernández Avançado
25Žiga Frelih Guarda-Redes
2Habib Sylla 77 Defesa
44João Queirós Defesa
12Sandro Cruz Defesa
26Ricardo Guima 8 Médio
28Jonny Arriba 73 Avançado
70Hélder Morim 10 Médio
9Patrick Fernandes Avançado
95Jô Batista 11 Avançado

Outras publicações

Leave a Comment