Crónicas do Topo Sul

Mafra 0-1 GD Chaves: Platiny quebra maldição de Hugo Miguel

Fonte: GD Chaves

 

O GD Chaves não podia pedir melhor entrada nas últimas seis jornadas da Segunda Liga, com um triunfo difícil sob o Mafra por 1-0, com Platiny a fazer o golo da vitória flaviense, para desilusão do némesis Hugo Miguel.

 

E foi mesmo o tento decisivo do avançado brasileiro que deu vida aos muitos adeptos flavienses na bancada do Municipal de Mafra: Batxi aproveita um contra-ataque para subir pela direita, passa a Platiny que remata cruzado e certeiro para o 1-0.

 

Em vantagem no marcador, chegou o momento mais aborrecido do encontro, com o Desportivo a controlar a partida, mas ainda a ter alguns calafrios  resolvidos pelas defesas atentas de Paulo Vítor.

 

 

A segunda parte traz novas oportunidades para os Valentes Transmontanos, especialmente após a entrada de Patrick e Kevin Pina: o avançadp cabo-verdiano durgiu no ataque, mas rematou ao lado.

 

Em cima dos noventa minutos, foi a vez de João Correia tentar a sorte, mas o internacional por Cabo Verde atiorou certeiro… ao poste. Ainda assim, o Desportivo garantiu a vitória e mantém-se no pódio na luta pela subida à Primeira Liga.

 

Mais três pontos para o Desportivo, que ainda viu Kevin Pina expulso com vermelho direto no final do jogo, oferecido pelo desastroso árbitro Hugo Miguel.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Paulo Vítor
Fonte: GD Chaves

 

Paulo Vítor – Platiny marcou o único golo do jogo, é certo, mas o guarda-redes brasileiro evitou qualquer surpresa desagradável para as cores flavienses e manteve a baliza a zeros.

 

O DESAPARECIDO

 

João Mendes
Fonte: GD Chaves

 

João Mendes – O GD Chavss teve difiuckdades em mexer com a bola para o ataque e parte da responsabilidade vai para o médio azul-grená. Pode fazer mais, e bem que é preciso para a reta final do campeonato.

 

DISCURSO DIRETO

 

Vítor Campelos: “Preparámos muito bem o jogo durante a semana. Tivémos de explorar as costas do Mafra e tirámos partido disso. Estamos extremamente felizes pelo resultado e o apoio dos nossos adeptos foi importante. Agora é jogo a jogo.”

 

Paulo Vítor: “O prémio é do grupo. Cada vez estamos a crescer mais e vamos lutar até ao final. O Mafra tem uma boa equipa, mas tivemos o apoio dos nossos adeptos até ao final. Vamos lutar até ao fim.”

 

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.