Mercado à Segunda: Mais promoções e várias continuidades… por agora

Fonte: GD Chaves

Os trabalhos de campo já começaram e a preparação para a época 2019/2020 está oficialmente em marcha no Desportivo de Chaves. Depois dos exames médicos no final da semana, José Mota trabalha com um grupo de 23 jogadores, mas novidades ainda são esperadas no Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira.

 

Ao longo da semana, destaque para duas promoções ao plantel principal, com João Bachi e Samuel Silva a receberem contratos profissionais e a serem aposta na pré-temporada, que decidirá a continuidade dos dois jogadores na equipa sénior, ou se regressam à Satélite. Outros jogadores da equipa secundária trabalham às ordens de José Mota, com Marlon, Faissal, Hélder Almeida e Mika Borges a tentarem convencer o técnico flaviense.

 

Quanto a contratações, apenas uma foi confirmada: Igor Rodrigues, guarda-redes ligado contratualmente ao Benfica, continua a sua aventura no carrossel de empréstimos encarnado, embarcando agora para Trás-os-Montes, depois de uma temporada onde foi segunda escolha no Estoril.

 

Os guarda-redes a equipa principal a treinarem com Tiago Castro, novo técnico de guarda-redes Fonte: GD Chaves

 

No plantel que trabalha com José Mota, destaque para várias continuidades: Ricardo Nunes, Calasan, Hugo Basto, Nikola Maras, Jefferson, Filipe Melo, João Teixeira, Costinha, Niltinho, Platiny e André Luís mantêm-se de azul-grená, apesar de ainda pairarem rumores de possíveis saídas de alguns jogadores.

 

Regressados de empréstimo estão João Paredes e David Moura. O médio brasileiro regressa a Chaves depois de um empréstimo ao Farense, onde jogou 16 jogos na Segunda Liga, enquanto o ponta-de-lança fez uma primeira volta de alta qualidade na equipa satélite, com 12 golos em 20 jogos, mas o empréstimo ao Mafra não foi muito produtivo, sem golos marcados pelo jovem avançado em 13 jogos, ficando-se pela experiência da Segunda Liga.

 

Já nas saídas, Bruno Gallo rescindiu contrato com o Desportivo, enquanto Djavan terminou contrato e vai jogar no Moreirense. Entretanto, William seguiu para a Arábia Saudita, onde vai jogar no Al-Faisaly a troco de 1 milhão de euros, com o Chaves a receber apenas a deter 45% do passe do avançado brasileiro.

 

Ficam a faltar mais confirmações de entradas no plantel flaviense, mas dois laterais titulares, mais um extremo de alta qualidade e um número oito são contratações obrigatórias para atacar a subida à Primeira Liga. Esperemos pelo que nos espera esta semana.

Start a Conversation

O seu endereço de email não será publicado.