Equipa Principal

Municipal com a pior assistência dos últimos dez anos

Fonte: GD Chaves

 

A época não está a ser fácil para o GD Chaves e o número de adeptos nas bancadas do estádio mostram isso. Frente ao CD Mafra, apenas 471 pessoas estiveram a assistir ao jogo, numa das piores casas da década e apenas ao nível dos tempos negros na II Divisão B.

 

Jogadas seis jornadas no Municipal esta temporada, o Desportivo conta com a pobre média de 794 pessoas por jogo em casa, o número mais baixo dos últimos dez anos.

 

Recuando até 2009/2010 – época que terminou em descida – o Desportivo contava com uma média de 1073 adeptos por jogo em casa. Já em 2013/2014 – época de regresso à Segunda Liga – essa média foi de 955 espetadores. Desde então, os flavienses nunca ficaram abaixo dos 1700 adeptos em casa.

 

O notório afastamento dos adeptos só é comparável com as épocas negras do Desportivo, onde os salários em atraso imperavam e o rendimento da equipa era bastante baixo.

 

Ainda assim, há problemas maiores que podem surgir no horizonte: para o final da época está marcada a recontagem dos sócios e as expetativas é que o número baixe drasticamente, o que levar praticamente a um regresso à “estaca zero” na saúde do clube, que está a deixar-se ultrapassar em termos de organização e número de adeptos por clubes mais modestos do futebol português.



COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.