Quando o GD Chaves goleou a Académica por 7-0

Estávamos em março de 2002. O Desportivo de Chaves chegava à jornada 28 da Segunda Liga no 6.º lugar e a nove pontos do Nacional, última equipa a ocupar os lugares de subida. Uma época de qualidade tendo em conta que, fora do campo, havia grandes dificuldades da direção de Baltazar Ferreira em pagar aos jogadores, com a equipa a entrar em campo com dois meses de salário em atraso.   Colocadas de parte as dificuldades na tesouraria, o então técnico António Borges lançou de início Nuno Ricardo na baliza;…

Ler Mais