Fonte: GD Chaves

 

A manutenção na Primeira Liga está praticamente na mão do Desportivo de Chaves, mas o treinador flaviense espera atingir a marca dos 35 pontos para cantar vitória. Vítor Campelos olha para o resto da época, jogo a jogo.

 

“Já passámos a barreira dos 30 pontos e agora há uma coisa que eu retive do míster Luís Castro. Uma vez ele disse que, dentro dos campeonatos, há vários tipos de campeões. Quando atingirmos os 35 pontos a que nos propusemos vamos ser campeões à nossa maneira porque atingimos o nosso objetivo. Vamos jogar todos os jogos para ganhar e no fim faremos as contas”, afirma.

 

vitor campelos maritimo Chaves
O treinador cumpre a terceira época à frente do Desportivo Fonte: GD Chaves

 

O objetivo é a manutenção, mas Campelos não se importa de olhar mais acima… e não descarta a ida à Europa: “Tudo é atingível e nós estamos sempre preocupados em jogar bem porque assim estamos mais próximos de ganhar. Queremos desfrutar do campeonato e lutar para chegar sempre ao lugar cimeiro.”

 

A época é marcada pelas lesões, com vários jogadores afastados vários meses dos relvados. Um obstáculo que serviu para unir o plantel.

 

“Temos alguns jogadores que estão lesionados há algum tempo, não é por termos uma semana livre que vão estar prontos porque têm de recuperar ritmo competitivo. No entanto, o mais importante é percebermos que todos temos problemas na vida, o segredo é a forma como os enfrentamos. Com isto, o grupo ficou ainda mais unido e estamos a fazer uma boa época, dentro daquilo que era expectável”, conclui.

 

Declarações do treinador do GD Chaves à margem do fórum da Associação Nacional dos Treinadores de Futebol.