Aventura na Taça UEFA: GD Chaves nas provas europeias

 

Foi há 35 anos que o Desportivo de Chaves teve a primeira, e única, aventura europeia pelo futebol deste continente. Depois de um fantástico 5.° lugar conquistado pelos Valentes Transmontanos, assinaram o bilhete de acesso à Taça UEFA, numa campanha curta… mas histórica.

 

Com o acesso garantido, o sorteio ditou uma longa viagem para o GD Chaves. O adversário era o U. Craiova, da Roménia, numa sorte que deixou os romenos a ir à gaveta buscar o mapa. “Chaves? Onde fica isso? É alguma ilha?”, perguntaram os jornalistas ao então presidente Emílio Macedo.

 

Arranque atribulado… mas final dourado

 

GD Chaves na Roménia para a estreia na Taça UEFA, com Diamantino como capitão flaviense Fonte: U. Craiova

 

O primeiro jogo aconteceu a 16 de setembro: na Roménia, num estádio cheio, os comandados de Raul Águas começaram em grande, com Gilberto a fazer o 1-0 aos 19 minutos e Vermelhinho a aumentar a vantagem aos 52′. Mas a hecatombe aconteceu, com três golos em 30 minutos a permitirem a reviravolta romena, numa derrota por 3-2.

 

 

Um desaire desapontante, mas que foi respondido com grande postura pelo Desportivo duas semanas depois.

 

Em pleno Municipal a rebentar pelas costuras, Slavkov e Vermelhinho colocaram o GD Chaves em vantagem na eliminatória e nem o golo de Ghita na rera final impediu a festa flaviense, com o conjunto azul-grená a seguir para a 2.ª eliminatória.

 

Húngaros foram sorte agrídoce

 

Desportivo chega à Europa com craques como Radi, Slavkov, Padrão ou Jorginho

 

Seguiu-se o Budapeste Honvéd no caminho dos flavienses e logo com o primeiro jogo a ser no Municipal. Num jogo disputado, o Desportivo de Chaves sofreu dois golos já nos últimos 20 minutos, mas Radi fez o 2-1 e deixou a eliminatória relançada para a visita à Hungria.

 

Para lá da cortina de ferro, os Valentes Transmontanos sofreram, com o 1-0 para os húngaros na primeira parte. Jorginho ainda empatou o jogo aos 77 minutos para o Chaves. No entanto, dois golos em dez minutos levaram a uma derrota por 3-1 e o fim da aventura europeia.

 

35 anos passaram e Desportivo continua à procura de um regresso ao futebol europeu. Já esteve perto várias vezes, mas ainda é uma proeza por repetir.

Outras publicações

Leave a Comment