Equipamentos 2018/19 – O novo manto azul-grená que divide opiniões

O Desportivo anunciou as camisolas para a próxima temporada, com destaque para as riscas horizontais em vez de verticais no equipamento principal, com as opiniões a divergirem com a inovação.

 

Mais uma temporada que se aproxima e, como não podia deixar de ser, o Chaves apresentou os novos equipamentos em vésperas do começo dos trabalhos de pré-temporada através de um vídeo muito criativo que acompanha vários jogadores da equipa principal e equipa B vestidos com o novo “fato de gala” flaviense por locais de marca da cidade de Chaves, como a ponte romana e o castelo. A reação dos adeptos nas redes sociais não tardou e a recepção foi… Dividida, como se pode comprovar no Facebook e Twitter do nosso blogue.

 

Manto sagrado inovador e a “quebrar” a tradição

 

Começando pelas alterações à indumentária para a próxima época, o equipamento principal fica marcado pela abundância de azul, com a cor a predominar praticamente todo o equipamento, com o grená a ficar-se pelas riscas, gola e uma parte das mangas, além de uma parte das meias. As riscas acabam mesmo por ser o grande diferencial nas novas camisolas ao estarem, pela primeira vez na história do Desportivo, na horizontal ao invés da vertical. Além da diferença na orientação, as próprias riscas sairam do tradicional formato para serem mais modernas, com um efeito bastante interessante.

 

A camisola alternativa mantém a cor base mas muda completamente de formato em relação à época passada. As novas camisolas brancas têm agora riscas com o mesmo formato da camisola principal (que, aliás, serve de base para todos os equipamentos da próxima temporada) que ostentas o azul-grená do Chaves, transmitindo as cores dos Valentes Transmontanos mesmo quando não der para usar a principal.

 

Também foi apresentado um terceiro equipamento, que ainda não se sabe se será o dos guarda-redes ou se será para os jogadores de campo. Neste equipamento predomina o cinzento escuro, com os restantes pormenores a estarem em amarelo, condizendo com as cores das chaves cruzadas no símbolo do Desportivo, sendo também um representante das cores do nosso clube.

 

Nas primeiras 24 horas após a divulgação dos novos mantos sagrados, os adeptos deram a sua opinião acerca dos inovadores equipamentos, com um misto de sentimentos por parte da massa adepta. Para uns, as riscas horizontais e a abundância de azul são uma afronta à tradição do Desportivo, enquanto que para outros a inovação agradou e muito. No entanto a conclusão que se chega é que ou se ama ou se odeia a mudança no design dos novos equipamentos do Chaves, sem meio-termo.

Outras publicações

Leave a Comment