GD Chaves 1-1 Vizela: Fôlego durou só 20 minutos

Fonte: Liga Portugal

 

O regresso a casa não foi feliz para o Desportivo de Chaves, que não foi além de um empate com o Vizela. Num jogo em que Vítor Campelos repetiu o mesmo onze, os jogadores quebraram perante o calor flaviense.

 

Os Valentes Transmontanos arrancaram o jogo por cima e depressa chegaram ao golo, com o espanhol Héctor Hernández a aproveitar uma oferta vizelense para fazer o 1-0 aos oito minutos.

 

A vantagem ainda podia ter sido maior, com várias oportunidades e bom futebol a deixarem os flavienses próximos do golo, como mostrou um remate forte mas desenquadrado de João Teixeira aos 13 minutos, mas o Vizela conseguiu reequilibrar a partida.

 

 

Primeiro um cabeceamento causou calafrios à defesa flaviense aos 20 minutos, mas a bola foi por cima. Já em cima do intervalo, chegou o empate: demora de Nélson Monte para despachar a bola e Zohi a rematar colocado para o 1-1 com que se chegou ao intervalo.

 

A segunda parte deu mais Vizela e foi preciso esforço de Paulo Vítor para evitar a reviravolta adversária. Mas a arbitragem entrou em cena aos 53 minutos, num lance em que uma cotovelada deixou Benny a sangrar, mas não foi assinalado penálti. Do outro lado, Steven Vitória impedia o golo vizelense.

 

 

A disciplina foi dstaque na reta final, primeiro com um duplo amarelo a expulsar João Teixeira, depois com Sarmiento a ver vermelho direto por pisar o calcanhar de Steven Vitória.

 

Juninho teve a última grande oportunidade para garantir a vitória, mas o cabeceamento acabou defendido. O Desportivo de Chaves ficou com um ponto, mas com a sensação que poderia garantir a vitória.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Héctor Hernández
Fonte: GD Chaves

 

Héctor Hernández – Apareceu na altura certa para aproveitar uma oferta para o 1-0. Infelizmente, a quebra do GD Chaves no jogo deixou o espanhol fora de cena, mas leva para casa o único golo da partida.

 

O DESAPARECIDO

 

Nélson Monte
Fonte: GD Chaves

 

Nélson Monte – No lance que marca o jogo, o defesa saiu com a bola, não a despachou a tempo e acabou por oferecer o empate ao Vizela. Tem de ter mais cabeça fria.

 

DISCURSO DIRETO

 

Héctor Hernández: “Muito feliz pelo primeiro golo na liga portuguesa, mas importante era vencer. Obrigado aos nossos adeptos pelo apoio.”

 

Vítor Campelos: “Resultado ajustado, mas se houvesse um vencedor seríamos Nós. Parece-me haver uma grande penalidade a nosso favor. Fantástica atmosfera nas bancadas!”

 

Chaves

28Paulo Vítor Guarda-Redes
77João Correia Defesa
19Steven Vitória Defesa 16'
3Nélson Monte Defesa
5Bruno Langa Defesa
8João Mendes 70 Médio
10João Teixeira Médio 62'
71'
73Benny Sousa 20 Médio
89Héctor Hernández 9 Avançado 8'
26Ricardo Guima 6 Médio
70Hélder Morim 8 Médio 80'
20Juninho 73 Avançado 68'
9Patrick Fernandes 89 Avançado
28Jonny Arriba 11 Avançado

Outras publicações

Leave a Comment