Crónicas do Topo Sul

GD Chaves 2-1 FC Arouca: “Bis” de Luís Rocha no regresso às vitórias

Fonte: GD Chaves

Jogo duro, nem sempre bem jogado, mas o GD Chaves saiu por cima e voltou às vitórias na Segunda Liga. Na recepção ao FC Arouca, os flavienses levaram a melhor por 2-1.

 

O primeiro golo no Municipal surgiu logo aos nove minutos: João Teixeira a bater um livre para a área e Luís Rocha saltou sozinho e cabeceou para o 1-0. Vantagem no marcador e um sopro de alívio dos adeptos transmontanos.

 

O FC Arouca correu atrás do resultado e criou perigo de bola parada. Num livre estudado, Marco Soares obrigou Paulo Vítor a uma defesa apertada para canto. Na sequência do canto, o guarda-redes brasileiro esticou-se para defender um chapéu para canto.

 

João Teixeira fez a assisntência para o 1-0 Fonte: GD Chaves

 

Sem mudanças ao intervalo no GD Chaves, os flavienses abriram a segunda parte a aumnetar a vantagem: Victor Braga dá um encontrão a Roberto no limite da área e o árbitro assinalou penálti.

 

Chamado a marcar, Luís Rocha rematou colocado e bisou, tornando-se no melhor marcador do Desportivo esta época com quatro golos.

 

Mais confortável no marcador, o GD Chaves tentou aguentar os ataques do adversário, mas o FC Arouca marcou aos 70 minutos. Bola perdida e Arsénio, de primeira, a rematar de fora da área certeiro para o 2-1.

 

Até ao fim, o GD Chaves conseguiu fechar o caminho para a baliza e garantiu a oitava vitória da época. No entanto, continua a 11 pontos do 1.° lugar.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Fonte: GD Chaves

 

Luís Rocha – Num jogo em que se exigia uma eficácia melhor no Desportivo de Chaves, valeu ao conjunto azul-grená a pontaria do experiente defesa-central. Com mais dois golos amealhados, levou o Chaves a regressar às vitórias e tornou-se no melhor marcador flaviense esta época.

 

O DESAPARECIDO

 

Fonte: GD Chaves

 

Bom futebol do GD Chaves – Resultadismo até é positivo e, no final, o que conta são os três pontos. No entanto, é preciso assinalar que o Desportivo voltou a falhar em dar uma exibição satisfatória para os adeptos. É preciso evoluir e jogar bem melhor no Municipal. Já há três anos que não se vê um jogo de qualidade do conjunto azul-grená.

 

DISCURSO DIRETO

 

Luís Rocha: “Os golos foram importantes, mas o fundamental é que o GD Chaves ganhou. Estamos a passar uma fase menos boa, mas este grupo está focado e consciente que tem de trabalhar muito mais para ter melhores resultados.”

 

Carlos Pinto: “Esta vitória é dos jogadores, pela entrega. Acabou a primeira volta, temos noção que tivemos muito longe do que queríamos, até em qualidade de jogo. Lesões, Covid… Soa sempre a desculpa, mas só por duas vezes conseguimos apresentar o mesmo onze. Em 25 jogadores, só dois não estiveram em casa com Covid ou por serem contacto direto. Todos os jogos temos 4 ou 5 ausências. Tudo isso condiciona a equipa. Ainda há muito campeonato pela frente.”

1 COMMENTS

  1. Esta vitória aumentou a autoconfiança do grupo. Contudo, só podemos esperar, que jogo a jogo, sejam competitivos e dêem o seu melhor

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.