Crónicas do Topo Sul

GD Chaves 2-2 E. Amadora: Três pontos a voar

Fonte: GD Chaves

 

Perante a maior plateia da temporada – 5171 adeptos nas bancadas – o Desportivo desperdiçou uma vantagem de dois golos e apenas tirou um ponto do duelo com o E. Amadora, num jogo em que Batxi falhou um penálti no último minuto.

 

Os flavienses entraram fortíssimos e abriram o marcador aos 10 minutos, num cruzamento de Langa que encontrou Batxi ao segundo poste, a desviar certeiro para o 1-0. Aos 23′, Guima constrói a jogada, Batxi passa para João Mendes que faz um grande golo de fora da área para o 2-0.

 

O GD Chaves estava em grande, mas sofreu um forte revés aos 29 minutos: Luís Rocha carrega um adversário na área e é assinalado penálti, convertido por Chapi Romano, que enganou Paulo Vítor para o 2-1.

 

Intranquilos, os flavienses cometeram mais erros, mas ainda estiveram perto do terceiro golo aos 33 minutos, mas João Mendes atirou muito por cima. Na segunda parte, veio o pior…

 

O GD Chaves contou com a maior assistência no Municipal Fonte: GD Chaves

 

Logo nos primeiros segundos, o Estrela rondou a baliza de Paulo Vítor, mas o remate saiu pouco ao lado. Um aviso para o que aconteceu aos 62 minutos: Diogo Salomão surgiu sozinho na área, nenhum defesa lhe tirou a bola e rematou para o 2-2. Balde de água fria no Municipal.

 

A resposta azul-grená foi pálida e Paulo Vítor ainda foi chamado a fazer a defesa da tarde para evitar a reviravolta. Mas a grande desilusão aconteceu no último lance do jogo. Patrick sofre falta, penálti para o Desportivo, mas Batxi atira bem por alto.

 

O GD Chaves deixou fugr três pontos que pareciam certos e tem tudo em aberto para a última jornada, mas com uma certeza: ganhar ao Rio Ave dá subida direta.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

João Mendes
Fonte: GD Chaves

 

João Mendes – A primeira parte foi dele. Fez um grande golo, teve a oportunidade para bisar e foi o criativo na ausência de João Teixeira. Infelizmente, adormeceu com o resto da equipa…

 

O DESAPARECIDO

 

Kevin Pina
Fonte: GD Chaves

 

Kevin Pina – Era fácil meter aqui Batxi, mas o extremo até esteve a bom nível até à altura de falhar o penálti. Já Kevin Pina esteve intranquilo ao longo do jogo e ficou uns furos abaixo do que tem mostrado.

 

DISCURSO DIRETO

 

Paulo Vítor: “Demos o melhor, foi um jogo limpo, os dois lutaram pelos três pontos. Penálti do Batxi? Acontece, tenho confiança nele. Ânimos exaltados? É normal, a cabeça está a mil. Vamos trabalhar focados no Rio Ave.”

 

Vítor Campelos: “Foi um jogo de roleta russa. Entrámos muito bem, depois relaxá-mos. Falámos ao intervalo, mas o lado emocional tirou discernimento. Ainda no último jogo Batxi marcou, temos total confiança nele. Não foi ele que falhou, fomos todos nós.”

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.