Crónicas do Topo Sul

GD Chaves 4-1 Casa Pia: Alma de Primeira! 

Fonte: GD Chaves

 

Esta é de Valente Transmontano. A muita chuva que caiu no Municipal deu em bonança para o Desportivo de Chaves, que goleou o líder Casa Pia por 4-1, no regresso às vitórias depois de três jogos sem ganhar.

 

Os flavienses entraram melhores, com Platiny a assustar perigo aos 10 minutos, num remate cruzaod que foi bloqueado. Logo a seguir foi Bruno Langa a entrar pela área dentro e a rematar, mas pouco ao lado.

 

Falhou o Chaves, marcou o Casa Pia, e num lance polémico: cruzamento com a bola já fora de campo, Rocha corta a bola diretamente contra Alexsandro e Antoine acaba por marcar o 1-0 para os lisboetas.

 

Mas a resposta flaviense foi imediata, com o ex-Chaves Vasco Fernandes a tocar na bola com a mão e a ser penálti, que João Teixeira converteu para o 1-1 com que se chegou ao intervalo.

 

 

A segunda parte abriu com chuva, vento e… um golaço! Grande jogada de Batxi a driblar dois adversários e Wellington a atirar de longe e colocado para o 2-1. Reviravolta no marcador.

 

Depois da hora de jogo, João Correia apareceu isolado, mas escorregou e não conseguiu rematar, acabando por sair lesionado. Melhor sorte teve Platiny, que recebeu uma oferta de Zach e, cara a cara com Ricardo Batista, atirou colocado para o 3-1.

 

Já na compensação, foi Patrick – acabado de entrar – a ultrapassar o guarda-redes e a fazer o 4-1 final. Goleada de levantar o estádio, que relança o Desportivo de Chaves na luta pela subida.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

João Teixeira
Fonte: GD Chaves

 

João Teixeira – Ganha no “photo finish” a Bruno Langa porque marcou um golo. Grande jogo do médio, que foi o cérebro do Desportivo de Chaves. Grande exibição, num jogo em que o coletivo se notabilizou.

 

O DESAPARECIDO

 

Ricardo Guima
Fonte: GD Chaves

 

Ricardo Guima – “Matou” várias jogadas e pareceu encravar o meio-campo. Na segunda larte melhorou, mas ficou aquém em relação aos colegas, principalmente Kevin Pina.

 

DISCURSO DIRETO 

 

João Teixeira – “Foi uma boa vitória, se calhar por números expressivos. Era muito mais importante para nós, não podíamos vacilar e estivemos à altura. Mas são só mais três pontos, não podemos levantar os pés, ainda estamos atrás do Casa Pia.”

 

Vítor Campelos – “Fomos superiores durante todo o jogo, tínhamos de ser confiantes com bola e foi o que fizémos. Na segunda parte dominámos por completo, passámos o trabalho durante a semana para dentro de campo. Desejar as melhoras ao Filipe Martins.”

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.