Presidente da SAD do GD Chaves: “Vamos tentar vender atletas para reforçar a equipa”

Fonte: GD Chaves

 

Três anos depois, os holofotes de Primeira voltam a apontar para Chaves, com o Desportivo a preparar a 17.ª presença no campeonato. Mas para já, a palavra de ordem é contenção, com os responsáveis flavienses a estarem focados na gestão financeira.

 

“Houve um forte investimento nos últimos três anos, com prejuízo de cinco ou seis milhões de euros. Esse dinheiro tem de se recuperar“, diz o presidente da SAD Francisco José Carvalho, que espera vender jogadores para ter margem pars reforçar o plantel.

 

“Houve um forte investimento nos últimos três anos, com prejuízo de cinco ou seis milhões de euros.” – Francisco José Carvalho, presidente da SAD

 

O orçamento vai subir 50% para a nova época, mas mais saídas podem surgir: “O investimento vai ser forte. Vamos tentar vender mais alguns atletas e com este encaixe do Alexsandro vamos certamente reforçar o plantel. O GD Chaves é um clube que vende muitos atletas, como o Marcão ou o Eustáquio”, afirma.

 

Vítor Campelos comandou a equipa no Municipal, com os três reforços à disposição Fonte: GD Chaves

 

Vários clubes estão a rondar os jogadores flavienses, mas as propostas não convencem a administração, que adiou a venda de jogadores no mercado de inverno para apostar na subida.

 

Com este encaixe do Alexsandro vamos certamente reforçar o plantel.” – Francisco José Carvalho, presidente da SAD

 

“Em janeiro tinha quatro jogadores “vendidos”, bastava dar o sim e encaixávamos dois ou três milhões de euros. Eram os casos de Bruno Langa, João Correia, João Teixeira e Alexsandro. Fizemos uma aposta na subida”, revela.

 

Flavienses apresentarem-se aos adeptos e imprensa Fonte: GD Chaves

 

Quanto a reforços, o jovem avançado iraniano Mehdi Abdi deve chegar nos próximos dias. Além do ataque, o foco também está no centro da defesa. “Temos alguns centrais em carteira, estamos a ver qual é a melhor opção. É uma posição que todas as equipas procuram, mas vamos encontrá-los”, aponta Francisco José.

 

“Temos alguns centrais em carteira, estamos a ver qual é a melhor opção.” – Francisco José Carvalho, presidente da SAD

 

Para o regresso à Primeira Liga, a aposta passa por um ano sem calafrios para os Valentes Transmontanos: “O objetivo é não fazer contas e ter um campeonato tranquilo” disse, apontando mais uma vez às vendas: “Uma equipa que jogue bem à bola e que possa valorizar os jovens jogadores para vender e, assim, manter o Chaves na Primeira Liga com uma boa classificação.”

Outras publicações

Leave a Comment