Crónicas do Topo Sul

Benfica B 3-4 GD Chaves: André Luís evitou desastre em festival de golos

GD Chaves venceu por 4-3 o Benfica B, num jogo de loucos
Fonte: GD Chaves

Jogo de loucos no Seixal, mas que podia ter corrido mal para o GD Chaves. Os flavienses desperdiçaram uma vantagem de três golos e quase que deixaram a vitória fugir entre os dedos, não fosse André Luís sair do banco e selar o triunfo azul-grená.

 

Mas comecemos pelo início fulgurante dos flavienses: nem o primeiro minuto estava cumprido quando Bura enviou um passe longo para a corrida de João Correia que, no um-para-um com o guarda-redes, atirou colocado para o 1-0 do GD Chaves, na estreia a marcar com a camisola flaviense.

 

O Benfica B ainda passou mais tempo no meio-campo flaviense, mas o Desportivo voltou a responder com um golo, num cruzamento rasteiro de Zé Tiago que acabou com golo de Batxi, num lance em que o guarda-redes encarnado ficou mal batido.

 

João Batxi foi um dos três jogadores a estrearem-se a marcar com a camisola do GD Chaves
João Batxi foi um dos três jogadores a estrearem-se a marcar com a camisola do GD Chaves Fonte: GD Chaves

 

Aos 24 minutos, 3-0 para os Valentes Transmontanos, agora com João Correia a rematar, o guarda-redes ainda defendeu mas a bola sobrou para Zé Tiago, que ofereceu o golo a Benny, para uma vantagem gorda ao intervalo.

 

Mas na segunda parte veio a hecatombe flaviense, primeiro com Paulo Vítor e João Correia a desentenderem-se e a oferecerem o golo a Gonçalo Ramos. O GD Chaves foi abaixo e permitiu aos encarnados chegarem ao empate, primeiro com Bura a falhar o cabeceamento e a permitir o bis de Gonçalo Ramos aos 68 minutos e, na jogada seguinte, a defesa voltou a adormecer e o experiente central ex-Leixões acabou por fazer auto-golo.

 

Com os três pontos a parecerem voar, coube a suplente utilizado oferecer a vitória aos flavienses: livre batido por João Teixeira e André Luís, nas costas da defesa, a cabecear para o 4-3. Até final, o Chaves sofreu e sofreu, mas garantiu mesmo os primeiros três pontos da época.

 

 

DISCURSO DIRETO

 

GD CHAVES

 

João Teixeira: «Na primeira parte houve grandes oportunidades do Benfica B, mas quando fomos à baliza fomos eficazes. Nesta segunda parte o Benfica B cada vez que foi à baliza fez golo e num livre conseguimos a vitória.»

 

Carlos Pinto: «Sabíamos que íamos sofrer porque o Benfica B é uma grande equipa e uma das que melhor futebol pratica na Segunda Liga, não íamos ter bola e tínhamos de ser organizados. Dar os parabéns a estes jogadores, que têm sofrido bastante, é uma injustiça o que fizeram à equipa técnica e a 14 jogadores deste clube, é uma situação que a DGS tem de rever.»

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.