Equipa Principal

Carlos Pinto: «Preocupação é contratar jogadores com qualidade e carácter»

Fonte: GD Chaves

Carlos Pinto aponta como prioridade do GD Chaves contratar jogadores com «qualidade e carácter» para a nova época. Em entrevista ao Canal 11 na última quinta-feira, o técnico do Desportivo quer dar a voltar às más temporadas que o emblema flaviense viveu nos últimos anos.

 

«Estamos a falar de um grande clube de Portugal, com uma história muito bonita. É óbvio que nas últimas duas épocas as coisas não correram dentro daquilo que as pessoas esperavam, com a descida de divisão na época passada e o campeonato da Segunda Liga que não correu dentro daquilo que as pessoas estavam à espera», disse o técnico, que aponta baterias ao mercado de transferências: «A nossa preocupação desde o primeiro dia foi contratar jogadores para o Chaves – que é um clube especial, diferente – com qualidade e carácter, que tem de estar sempre presente nas minhas equipas».

 

Já sobre a ambição para a próxima época, Carlos Pinto não quer, por enquanto, falar em subida: «O nosso objetivo é jogo a jogo, não podemos garantir que o Chaves vai subir de divisão. Vamos entrar em todos os jogos para vencer e vai ser esse o caminho que vamos seguir», referiu.

 

Numa prova sempre competitiva, o novo treinador do Desportivo de Chaves aponta os adversários que podem dar mais problemas em 2020/2021: «Neste momento temos o CD Aves que é uma equipa que, em princípio, vai ser um incógnita na Segunda Liga com tudo o que está a acontecer. Ainda falta saber a segunda equipa que vai cair e temos os de sempre: a Académica, Penafiel, Leixões…», disse.

 

A pandemia fez com que se esperassem mudanças profundas na gestão dos clubes de futebol mas, até ao momento, Carlos Pinto não vê diferenças no investimento feito pelos clubes da Segunda Liga: «É um ano de pandemia, que as pessoas dizem que os orçamentos baixaram, mas não está a ser fácil contratar jogadores para o Chaves porque há clubes a pagar muito bem. Por isso, mesmo nesse aspeto, não vai ser fácil. A vantagem que temos é a história do clube, que convence o jogador a vir para cá», concluiu.

 

Entretanto, Carlos Pinto concluiu mais uma semana de trabalhos com todo o plantel disponível, mas há mais duas saídas esperadas no Chaves. Abdul Ibrahim e Hélder Almeida, jogadores da equipa satélite ainda vinculados ao Desportivo, estão perto de rescindir e de deixar Trás-os-Montes, mantendo-se apenas Samu, Marlon Rangel e Kevin Pina no plantel principal.

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.