Jogadores Históricos

Danilo: O herói da subida de 2008/2009

Danilo festeja a passagem à final da Taça de Portugal

 

Estávamos no verão de 2005 e o GD Chaves vivia tempos complicados: esteve para descer e só se manteve porque o Alverca abriu falência. Assim, os flavienses mantiveram-se na Segunda Liga na secretaria.

 

No meio das dificuldades, o Desportivo reforçava-se como podia e é neste contexto que chega ao Municipal um lateral direito desconhecido, de português açucarado e que vinha de quatro épocas e meia no Vilanovense. Danilo Oliveira, de 26 anos, começava uma caminhada longa com a camisola azul-grená.

 

A ganhar espaço nos Valentes Transmontanos

 

A estreia chegou a 11 de setembro, com Danilo a jogar os 90 minutos numa derrota por 2-0 frente ao Leixões. Nessa época, Danilo cumpriu 16 jogos, mas a influência do brasileiro subiu logo na época seguinte, com 29 jogos numa temporada de má memótia, que terminou na descida do GD Chaves com um recorde mínimo de apenas 16 pontos.

 

O Desportivo caiu da Segunda Liga, mas Danilo manteve-se no conjunto azul-grená para tentar levar o emblema flaviense aos campeonatos profissionais. 2007/2008 acabou sem glória, depois de uma derrota polémica por 1-0 com o Ribeirão que tirou o GD Chaves dos lugares de playoff. Mas foi logo no ano seguinte que Danilo passou a ser herói.

 

Danilo torna-se num herói flaviense

 

Danilo, Vitor Pereira e Leonardo Jardim no dia da subida à Segunda Liga
Danilo, Vitor Pereira e Leonardo Jardim no dia da subida à Segunda Liga Fonte: Facebook Danilo

24 de maio de 2009. Segunda mão da meia-final do playoff de subida. O Municipal a abarrotar de adeptos para o decisivo jogo com o Penafiel, depois do 0-0 na primeira mão. Danilo foi lançado por Leonardo Jardim e o momento de glória do brasileiro chegou aos 49 minutos: Capuco passa para Carlos Pinto, o capitão flaviense cruza para o segundo poste e Danilo, com frieza, fez o único golo da partida e carimbou o regresso dos Valentes Transmontanos à Segunda Liga.

 

 

Ida à final da Taça de Portugal e… nova queda à “Liga das Aldeias”

 

O regresso à Segunda Liga foi agridoce para os flavienses, com uma segunda volta desastrosa a ditar uma nova queda à II Divisão B, ao mesmo tempo que se fez história ao chegar à final da Taça de Portugal. Para Danilo, a época também foi uma mescla de sentimentos, já que se tratou da melhor época individualmente para o brasileiro com a camisola azul-grená, apesar do insucesso da equipa.

GD Chaves na final da Taça de Portugal
Danilo (em baixo, primeiro a contar da esquerda) na final da Taça de Portugal pelo GD Chaves

 

Titularíssimo na lateral direito, fez 37 jogos na temporada 2009/2010 e marcou dois golos na reta final do campeonato, que garantiram uma vitória e um empate para os comandados de Manuel Tulipa, insuficientes para garantir a manutenção. Mas a cereja no topo do bolo chegou no último jogo. Em pleno estádio do Jamor, Danilo jogou os 90 minutos na final da Taça de Portugal com o FC Porto, mas acabou por levar a medalha de vencido para casa, naquele que foi o último jogo pelos Valentes Transmontanos… pelo menos por um ano.

 

 

Curta passagem na Primeira Liga até regressar ao Municipal

 

No arranque da época 2010/2011, o GD Chaves entrava num período negro e cheio de dificuldades financeiras. Com isso, vários jogadores deixaram Trás-os-Montes e Danilo foi um deles. Leonardo Jardim recordava-se bem dos tempos em que orientou o brasileiro no Desportivo e decidiu levá-lo até à Primeira Liga, onde representou o Beira-Mar.

 

Plantel do GD Chaves num jantar com os adeptos
Danilo com o plantel do GD Chaves num jantar com os adeptos, na época 2011/2012

Esteve um ano em Aveiro, onde apenas jogou seis partidas, duas na Primeira Liga. Cedo deixou o Beira-Mar e regressou ao GD Chaves logo na época seguinte, a primeira da era Francisco Carvalho à frente dos Valentes Transmontanos. Apesar do balão de oxigénio financeiro, a época não correu muito bem aos flavienses, que falharam o playoff de subida à Segunda Liga.

 

Nessa época, Danilo fez 24 jogos e marcou dois golos, mas saiu no final do ano para rumar ao Mirandela. Na época seguinte, jogou no Freamunde, onde colocou um ponto final numa carreira fortemente ligada ao Grupo Desportivo de Chaves.

 



 

PERFIL DO JOGADOR

 

Nome: Danilo Tavares de Oliveira

 

Data de nascimento: 14-08-1979

 

Naturalidade: São Paulo, Brasil

 

Posição: Defesa Direito

 

Clubes na carreira: Jacuipense (1999), Vila Real (1999/2000 a 2000/2001), Vilanovense (2000/2001 a 2004/2005), GD Chaves (2005/2006 a 2009/2010; 2011/2012), Beira-Mar (2010/2011), SC Mirandela (2012/2013), Freamunde (2013/2014).

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.