Do Melhor ao Pior

Do Melhor ao Pior no… GD Chaves-Ac. Viseu: Estes sim, são Valentes Transmontanos

Fonte: Liga Portugal

 

O GD Chaves esmerou-se para vencer o Académico Viseu, naquele que é o primeiro triunfo da temporada para os Valentes Transmontanos. Na expressiva vitória por 3-0, foram muitos os jogadores em destaque, num jogo em que foi difícil escolher quem foi o melhor em campo. Mas vamos avaliar como se portou cada elemento da ewuipa azul-grená.

 

Samu – 3: Boa estreia do jovem guarda-redes. Apesar de não ter tido muito trabalho, mostrou segurança quando foi chamado a intervir e conseguiu aguentar a primeira “folha limpa” do GD Chaves. Mostra potencial este guardião.

 

João Correia – 4: Deus na Terra, o lateral direito voltou a mostrar-se num nível altíssimo. Atacou, defendeu, driblou, cruzou e só faltou marcar, coisa que esteve perto de fazer já ao cair do pano. Que seja possível segurá-lo esta época.

 

Alexsandro – 4: Exibição monstruosa do defesa brasileiro. Cortou o que havia para cortar e deixou os adeptos confortáveis com a vantagem flaviense. Grande jogo do jovem central.

 

Luís Rocha – 2: Foi expulso aos 15 minutos e podia ter deixado a equipa em muitos maus lençóis. Vá lá que os colegas conseguiram bater-se bem sem o capitão de equipa…

 

Bruno Teles – 3: Seguro, controlou sempre a lateral esquerda, num jogo em que cumpriu o papel que tinha.

 

Obiora – 4: Monstruoso! Travou tudo no meio-campo, recuou para central com a expulsão do Luís Rocha e, mesmo assim, continuou a limpar tudo o que chegava à área do GD Chaves. A continuar assim, vai ser indiscutível no onze.

 

João Mendes – 4: Fez a assistência para o primeiro golo numa jogada em que nunca desisitiu da bola. Foi uma peça importante para o Desportivo ter mais critério a sair a jogar, mas ainda pode fazer mais.

 



Adriano Castanheira – 4: Fez a cabeça em água ao adversário num jogo muito bem conseguido do extremo, que culminou a exibição com uma assistência para o 3-0.

 

João Teixeira – 4: Aí está o João Teixeira que tanto prometia no futebol português! Dois golos, uma exibição de encher o campo e o culminar de um arranque de temporada espetacular do médio. Que consiga manter esta forma e pode levar o Desportivo a voos mais altos.

 

Juninho – 4: Deu velocidade ao ataque e também deixou a defesa viseense em sentido. Boa exibição.

 

Platiny – 3: Discreto, mas mesmo assim causou dificuldades ao adversário. Tem de ser bem servido para finalizar, mas também consegue manter os defesas ocupados para dar mais espaço ã equipa.

 

Patrick – 4: Apesar da altura, o internacional cabo-verdiano não tem nada a ver com Barry. Pressiona imenso, sai muitas vezes da posição e hoje colheu os frutos ao roubar a bola ao guarda-redes adversário para fazer o 2-0.

 

Kevin Pina – 3: Entrou numa altura em que o Académico Viseu baixou os braços. Mesmo assim, evitou que males maiores chegassem ao guarda-redes Samu.

 

Paulinho – 0: Esteve apenas 10 minutos em campo e numa altura em que o jogo estava controlado. Na compensação podia ter feito um golo, mas pareceu não ter confiança para arriscar o remate.

 

Batxi – 0: Entrou para refrescar o ataque, pouco mais que isso.

 

Wellington – 0: Idem aspas.

 

 

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.