PSX 20230213 071234

Fonte: GD Chaves

PSX 20230213 071234
Fonte: GD Chaves

 

Depois da descida do Pedras Salgadas, o Desportivo de Chaves muda de planos para a equipa secundária. Pela boca do próprio presidente da SAD saiu a notícia de uma equipa B para começar na distrital. Um erro crasso por vários motivos:

 

1 – Para começar, como já aprendemos com a antiga satélite, a época na distrital é sempre mandada ao lixo. O nível é demasiado baixo para dair algo e útil e se esta época já foi difícil com o Pedras no Campeonato de Portugal, quanto mais uma divisão abaixo.

 

2 – Pouco talento para captar. Como nenhum jovem está para perder tempo num campeonato distrital do interior, vamos deixar escapar muita jovem promessa que podia ser útil já no curto-médio prazo, enquanto vamos dar tempo a jogadores com pouco estofo para equipas de Primeira Liga.

 

3 – Jogadores sem preparação para o GD Chaves. É um dos principal problemas, investir tempo e dinheiro em jogadores que dificilmente vão ter qualidade para chegar aos campeonatos profissionais, quanto mais ao Chaves na Primeira.

 

Expostos os problemas em ter uma equipa B com pouco futuro, viramo-nos para a melhor solução: uma equipa sub-23.

 

É certo que o investimento teria de ser maior e há mais exigências com infraestruturas (campo tem de ter relva, 500 lugares cobertos, cabina de imprensa, etc), mas da Liga Revelação saem jogadores capazes de chegar à equipa principal.

 

Os exemplos de sucesso estão à vista, com jogadores lançados pelo Estoril, Vizela ou Famalicão e muito dinheiro encaixado com a venda das promessas sub-23. Além disso, a visibilidade é muito maior, com jogos transmitidos na televisa pelo canal 11.

Ter uma equipa na distrital é perder tempo e recursos valiosos, quando há um campeonato competitivo e apetecível para as jovens promessas mesmo aqui ao lado.

P