Crónicas do Topo Sul

GD Chaves 0-0 Varzim SC: Flavienses perdulários não vão além do nulo

GD Chaves dominou, mas não foi além do nulo contra o Varzim
Fonte: GD Chaves

Seis meses depois, o futebol regressou ao Municipal e, por ironia do destino, novamente com um GD Chaves-Varzim SC, mas agora com contornos bem diferentes, apesar do empate se repetir.

 

Debaixo da tempestade, os flavienses contaram com uma baixa de peso no banco, com a equipa técnica de Carlos Pinto a ser excluída por ordem das autoridades de saúde e Luís Rocha, que deu os treinos durante a semana, a ser o treinador em campo, enquanto Nélson Lenho comunicava com o técnico ausente.

 

O jogo começou equilibrado, mas as duas equipas tiveram dificuldades em acertar no alvo, com o GD Chaves a ter sinal mais, enquanto o Varzim SC procurava o contra-ataque. A primeira oportunidade digna chegou já em cima do intervalo, num cabeceamento de Roberto, mas o ex-Chaves Ricardo Nunes fez a defesa da tarde.

 

João Correia recebe o prémio Homem do Jogo, da Sport TV, no jogo frente ao Varzim
João Correia protagonizou uma excelente exibição e foi coroado como o homem do jogo Fonte: GD Chaves

 

Na segunda parte o domínio flaviense aumentou e Paulo Vítor foi um mero espectador, com ataques atrás de ataques do conjunto azul-grená, mas a pontaria nunca foi a melhor, como se viu numa grande jogada individual de João Correia, o melhor em campo, que terminou em remate, mas a bola saiu pouco ao lado do ângulo da baliza.

 

Com o Varzim SC a fechar-se na área, o Desportivo apostava em cruzamentos e remates de longe e a melhor oportunidade apareceu à hora de jogo, com Zé Tiago a aproveitar uma bola perdida para rematar mas, com o guarda-redes no chão, o médio ex-Mafra atirou por cima.

 

Até ao final, o Desportivo de Chaves somou oportunidades e tinha o domínio, mas não conseguiu quebrar o nulo e arranca a temporada com um ponto conquistado, mas com a sensação de poder fazer muito mais na altura de finalizar.



DISCURSO DIRETO

 

GD CHAVES

 

João Correia: «A única coisa que faltou neste jogo foi o golo. Também jogámos contra uma equipa organizada, forte defensivamente. Tivemos muito melhor o jogo todo e só faltava o golo para ser um jogo perfeito.»

 

Luís Rocha: «Foi surreal o que se passou esta semana. Não tivemos um elemento da equipa técnica connosco, ou seja, eu e os capitães demos os treinos. Não percebo que tipo de direitos uns têm e outros não. Jogadores que vão para quarentena, enquanto noutras equipas não estão de quarentena. Incrível mesmo.»

 

«A equipa mostrou muito carácter, aplicou-se, ao longo da semana mostrámos o mesmo empenho e profissionalismo, não há nada a apontar aos jogadores. Quanto ao jogo, uma equipa que veio explorar o nosso erro, sempre a cair para o chão, infelizmente, os árbitros continuam a cair nesses erros. O jogo foi assim, dominámos nos capítulos todos, mas só faltou o golo.»

 

VARZIM SC

 

Ricardo Nunes: «Acho que foi um jogo bem conseguido da nossa parte. Se calhar aqui e ali podíamos ter definido melhor os contra-ataques, mas ainda estamos no início e a equipa ainda se está a entrosar. Sensações boas em regressar a uma casa em que fui muito feliz e muito bem recebido, mas sou um profissional e estou aqui para defender as cores do meu clube.»

 

Paulo Alves: «Foi um jogo muito difícil para nós. Jogámos contra um dos principais, senão o principal candidato, pelo investimento e pelos jogadores que tem. O GD Chaves procurou a vitória, mas defendemos sempre bem, um bloco muito organizado, mas faltou-nos algumas saídas que pudessem traduzir noutro resultado, mesmo com as dificuldades todas que tivemos.»

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.