Crónicas do Topo Sul

GD Chaves 0-2 GD Estoril Praia: Canarinhos congelam os transmontanos

GD Chaves volta a perder pontos em casa, agora frente ao líder Estoril Praia
Fonte: GD Chaves

Num dia frio em Trás-os-Montes, foi o GD Chaves a gelar no Municipal. Perante o líder Estoril Praia – onde jogam os ex-Chaves Gamboa e Hugo Basto – o Desportivo não conseguiu fazer valer o fator casa e volta a vacilar para lá do Marão.

 

Depois de uma hora de atraso, à espera que o gelo no relvado derretesse, o jogo arrancou com um susto para o GD Chaves, depois de João Correia parecer lesionado após uma entrada por trás. No entanto, o lateral-direito conseguiu regressar ao campo, a tempo de ver a primeira jogada de perigo: Wellington tentou abrir o marcador com um remate forte, mas a bola passou por cima.

 

A primeira parte ficou marcada pelo equilíbrio, mas o Desportivo esteve mais perto de marcar. Aos 20 minutos, Juninho tentou a sorte à entrada da área, mas o guarda-redes estorilista respondeu com uma grande defesa. À beira do intervalo foi João Carlos a estar perto de marcar para o Estoril Praia, mas a bola passou por cima e o descanso chegou com o nulo.

 

Miguel Crespo abriu o marcador para o Estoril Praia, após erro de Paulo Vítor
Miguel Crespo abriu o marcador para o Estoril Praia, após erro de Paulo Vítor Fonte: GD Chaves

 

No segundo tempo, o GD Chaves voltou a criar perigo, num remate à entrada da área de Wellington, mas o guarda-redes estava atento. Aos 58 minutos, uma boa combinação no ataque terminou nos pés de João Correia, mas o lateral-direita atirou ao lado.

 

Sem aproveitar as oportunidades, acabaram por ser os canarinhos a abrir o marcador. Cruzamento da direita, João Correia desvia a bola para Paulo Vítor, mas o brasileiro não consegue agarrar e permite que Miguel Crespo faça o golo na recarga. Um frango a dar o 1-0 para os visitantes.

 

Carlos Pinto lançou Guedes para fazer dupla no ataque com Roberto e o GD Chaves só criou perigo por uma vez: remate forte de Juninho, mas o guarda-redes conseguiu defender. Do outro lado, foi o Estoril Praia a voltar a marcar. Contra-ataque pela direita, Aziz cruza para Bruno Lourenço que, sozinho na área, fez o 2-0 e sentenciou o resultado. Vitória do líder em Trás-os-Montes, enquanto o Desportivo continua a desperdiçar pontos em casa e vê a subida bem mais longe.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Juninho foi o jogador do GD Chaves que criou mais perigo
Fonte: GD Chaves

 

Juninho – O brasileiro não conseguiu marcar à antiga equipa, mas continua a ser o jogador do GD Chaves que mais procurar golos. Apesar da primeira parte pálida, muito por causa do gelo acumulado no meio-campo do Estoril Praia, ainda foi ele que esteve mais perto de marcar no conjunto azul-grená. Uma agradável surpresa nos Valentes Transmontanos.

 

O DESAPARECIDO

 

Paulo Vítor sofreu um "pato" no primeiro golo do Estoril Praia
Fonte: GD Chaves

 

Paulo Vítor – Costuma-se dizer que «no melhor pano, cai a nódoa», o que se aplica na perfeição ao guarda-redes brasileiro. Depois de jogos muito bons de Chaves ao peito, hoje esteve muito mal no primeiro golo do Estoril Praia. Uma fífia de todo o tamanho que fez com que os visitantes abrissem o marcador e saíssem do Municipal com os três pontos.

 

DISCURSO DIRETO

 

Carlos Pinto: «Há uma primeira parte equilibrada, com uma oportunidade do Wellington. Na segunda parte entrámos outra vez bem, mais um bom lance com o Wellington. Depois do golo do Estoril, há uma equipa que tenta ir à procura do empate, mas eles acabam por fazer o golo.»

2 COMMENTS

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.