GD Chaves 1-1 Estoril: Custa muito ganhar em casa

Fonte: Liga Portugal

 

Mais um dia, mais uma desilusão no Municipal. Com uma casa bem composta, o Desportivo de Chaves até começou a ganhar, mas voltou a sofrer o empate nos últimos 15 minutos.

 

Na primeira parte pouca há a dizer: poucas oportunidades dos dois lados, com os guarda-redes a só terem de intervir por uma vez.

 

O Estoril beneficiou de um penálti aos 25 minutos, com Ponck a ser punido por tocar com a mão na bola. Mas chamado a marcar, Francisco Geraldes atirou ao poste.

 

 

Já à beira do intervalo chegou o 1-0 para os flavienses: canto na direita e Héctor Hernández a rematar para o golo, o terceiro do avançado espanhol esta temporada.

 

Na segunda parte, o Desportivo criou perigo num remate que levou a defesa apertada do guarda-redes. Mas depois entraram numa espiral de erros, especialmente com a entrada de Luther Singh.

 

Jogou-se pior e o Estoril aproveitou a falta de imaginação para fazer o empate, com a defesa flaviense a dormir e Rodrigo Martins a rematar cruzado para o 1-1. João Teixeira ainda teve uma hipótese de dar a vitória no último minuto, mas atirou para as nuvens.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Héctor Hernández
Fonte: GD Chaves

 

Héctor Hernández – Marcou o golo do GD Chaves e isso já é uma benece, porque não pareceu muito à vontade no resto do jogo. Mas pronto, é o melhor marcador dos flavienses esta época.

 

O DESAPARECIDO

 

Fonte: GD Chaves

 

Luther Singh – O sul-africano não pode nunca ser opção numa equipa de futebol profissional. Destruiu todas as jogadas em que interviu e nunca pareceu em sintonia com ninguém. Tem de passar o inverno no ginásio para ser útil…

Outras publicações

Leave a Comment