GD Chaves 1-1 FC Porto B: Falta de pontaria dita empate

Fonte: GD Chaves

 

Continua difícil para o GD Chaves somar vitórias em casa. Na recepção ao último classificado FC Porto B, os comandados de Vítor Campelos não foram além de um empate 1-1, num jogo em que se podem queixar da pontaria desafinada.

 

Nem o jogo tinha começa e o Desportivo somava uma contrariedade: Luís Silva lesionou-se no aquecimento e teve de ser substituído por Benny. Foram os flavienses que entraram melhor no jogo e João Batxi, aos 19 minutos, fez um bom cruzamento para a área, mas Roberto nem acertou na bola e desperdiçou o lance. No minuto seguinte foi João Reis a acertar em cheio na barra.

 

Costuma-se dizer que quem não marca, sofre e foi mesmo isso que aconteceu: drible de Bernardo Folha e, de longe, a disparar colocado para o 1-0 para o FC Porto B. Os azuis-e-brancos podiam ter aumentado a vantagem, mas Paulo Vítor brilhou por três vezes para manter a dssvantagem mínima.

 

O esforço do guardião flaviense foi recompensado perto do intervalo, com João Batxi a servir mais uma vez Roberto, mas agora o avançado a não desperdiçar e a garantir o empate 1-1 para o Desportivo.

 

Roberto fez o golo do empate do Desportivo, no quarto tento com a camisola flaviense Fonte: GD Chaves

 

Na segunda parte o jogo foi mais morno. Vítor Campelos tentou rodar a equipa, mas acabou “traído” pelos suplentes utilizados, que pouco acrescentaram à partida.

 

A única excepção foi Hélder Guedes, que entrou para o lugar de Roberto e teve a melhor oportunidade do GD Chaves, num cabeceamento após um canto que acabou nas mãos do guarda-redes.

 

Do outro lado, o FC Porto B chegou mesmo a colocar a bola na baliza, mas o lance foi anulado por fora-de-jogo. Vista a repetição, é claro que Rafael Viegas estava a colocar em jogo o avançado portista. Sorte no meio do azar para o Desportivo, que soma um ponto e continua sem ganhar em casa desde janeiro.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Fonte: GD Chaves

 

Paulo Vítor – Exibição de grande nível do guarda-redes flaviense. Paulo Vítor evitou que o GD Chaves passasse um mau bocado, com várias defesas importantes. Só não conseguiu defender o tiro de Bernardo Folha, que deu o golo do FC Porto B.

 

O DESAPARECIDO

 

Fonte: GD Chaves

 

Rafael Viegas – Que exibição desastrosa. O lateral-direito teve grandes dificuldades para cruzar a bola em condições, pouco acrescentou que a atacar, quer a defender, e ainda colocou Igor Cássio em jogo perro do fim. Valeu o erro do árbitro, que não reparou no mau posicionamento do brasileiro. Volta rápido, João Correia.

 

DISCURSO DIRETO

 

Roberto: “Saímos desapontados. Fizemos uma primeira parte excelente, tirando o golo do FC Porto B. Conseguimos empate, podíamos ter passado para a frente, mas não conseguimos. Sabemos que estamos longe mas, infelizmente, os três pontos estão a fugir-nos.”

 

Vítor Campelos: “Entrámos muito bem no jogo, tivemos uma ou duas oportunidades em que podíamos ter marcado. O FC Porto B chegou ao golo, mas continuámos a ser pacientes para causar perigo. Quem viu o jogo, viu um jogo divertido, com oportunidades para os dois lados. Estamos na luta por dar-mos sempre o máximo. Faltam 10 jogos e depois fazemos as contas.”

Outras publicações

Leave a Comment