Jogadores Históricos

João Fernandes: Um capitão cheio de raça transmontana

Fonte: GD Chaves

 

A raça transmontana: uma daquelas características alcançadas por poucos mas que é do mais importante para os adeptos do GD Chaves. Mais que ter talento, é preciso ter atitude, força de vontade e persistência em campo. Nos últimos anos, vários jogadores conseguiram entrar neste cantinho especial dos sócios flavienses, mas poucos com o carisma de João Fernandes.

 

João Fernandes num jogo frente à UD Oliveirense
João Fernandes num jogo frente à UD Oliveirense Fonte: Facebook João Fernandes

Formado no GD Chaves, o médio teve de dar os primeiros passos no futebol sénior ao serviço do Valpaços e só em 2004/2005 ganhou espaço no plantel azul-grená. Foram 52 jogos em duas épocas, mas que acabaram com a saída de João Fernandes para o CD Feirense e, mais tarde, para o Gondomar SC.

 

As três épocas fora de Trás-os-Montes chegaram ao fim em 2009/2010 com o regresso ao Municipal. E foi aqui que João Fernandes ganhou espaço na história azul-grená. Nesta época participou em 19 jogos e esteve na final da Taça de Portugal, não saindo do banco.

 

João Fernandes a lutar pela bola frente a um adversário do Macedo Cavaleiros
João Fernandes a lutar pela bola frente a um adversário do Macedo Cavaleiros Fonte: Facebook João Fernandes

Na época seguinte – o malfadado ano da insolvência – João Fernandes uniu-se a Eduardo e Bruno Magalhães para “segurar os cacos” de uma equipa recheado de limitações e salários em atraso. No meio das dificuldades, alcançaram um terceiro lugar na II Divisão B e valeu a manutenção do médio no plantel já com a nova gerência de Francisco Carvalho.

 

João Fernandes e Eder Díez nos tempos do GD Chaves
João Fernandes e Eder Díez nos tempos do GD Chaves Fonte: Facebook João Fernandes

O primeiro ano foi negativo, com vários nomes sonantes a chegarem ao GD Chaves, mas sem conseguirem fazer melhor que a época anterior. Repetindo-se o terceiro lugar, mas o momento alto da carreira de João Fernandes chegou no ano seguinte: foram 31 jogos com a camisola azul-grená que valeram a subida de divisão e, melhor ainda, a conquista do campeonato nacional da II Divisão B, um troféu levantado pelo próprio João Fernandes.

 

Um quarteto de lendas do GD Chaves: Ricarod Rocha, João Fernandes, Edu e Bruno Magalhães
Um quarteto de lendas do GD Chaves: Ricarod Rocha, João Fernandes, Edu e Bruno Magalhães Fonte: Facebook João Fernandes

De regresso à Segunda Liga, o capitão flaviense continuou de pedra e cal nos Valentes Transmontanos. A época terminou com um sétimo lugar, mas João Fernandes somou o primeiro e único golo com a camisola azul-grená: frente ao SC Covilhã, o médio flaviense rematou ao segundo poste para se estrear a marcar no clube da terra, num jogo que terminou empatado.

 

A derradeira época ao serviço do Desportivo de Chaves chegou em 2014/2015. Ainda fez quatro jogos na Segunda Liga, mas passou a maior parte do ano cedido ao Pedras Salgadas. Daqui, terminou o vínculo com os Valentes Transmontanos e João Fernandes seguiu carreira em Trás-os-Montes, primeiro em Mirandela e depois no Montalegre, onde continua até hoje.

 

PERFIL DO JOGADOR

 

Nome: João Miguel Afonso Fernandes

 

Data de nascimento: 2-07-1983

 

Naturalidade: Chaves

 

Posição: Médio defensivo

 

Clubes na carreira: GD Chaves (1998/1999 a 2001/2002; 2004/2005 a 2005/2006; 2009/2010 a 2014/2015), GD Valpaços (2002/2003 a 2003/2004), CD Feirense (2006/2007), Gondomar SC (2007/2008 a 2008/2009), Pedras Salgadas (2014/2015), Mirandela (2015/2016), Montalegre (2016/2017 – Presente)

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.