Leixões 1-1 GD Chaves: Ferrugem desfalcou os Valentes Transmontanos

Fonte: GD Chaves

 

Um mês depois, o Desportivo de Chaves voltou à competição. Na visita ao terreno do Leixões, a longa paragem fez os flavienses ressentirem-se mas, depois de uma primeira parte desapontante, renansceram no segundo tempo, mas sem conseguir a vitória.

 

O Leixões procurou atacar o GD Chaves com bolas longas, que foram uma constante dor de cabeça para a defesa azul-grená. João Queirós, de regresso ao onze, despachou a maioria dos lances, mas não conseguiu evitar o disparate de Paulo Vítor. Ofereceu a bola a um adversário e Sapara a rematar para o 1-0.

 

A resposta do GD Chaves demorou a chegar e só à beira do intervalo criou perigo, num livre de João Teixeira controlado pelo ex-flaviense Stefanovic.

 

A segunda parte abriu com duas boas oportunidades para os leixonenses, respondidas à altura por Paulo Vítor com defesas apertadas.

 

Vítor Campelos mexeu na equipa, colocou João Mendes, o GD Chaves transfigurou-se e o empate chegou aos 65 minutos: grande combinação do médio com Nuno Campos e João Teixeira, de primeira, remata para o 1-1.

 

Pouco depois, foi Bruno Langa a tentar a sorte se longe, mas acertou em cheio no poste. Depois foi João Mendes a desviar a bola na área, mas o guarda-redes fez uma grande defesa.

 

Já na reta final, João Teixeira teve a oportunidade de bisar, mas Stefanovic voltou a salvar o Leixões. 43 dias depois, o GD Chaves volta à competição com um empate.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

João Teixeira
Fonte: GD Chaves

 

João Teixeira – Nem um mês de paragem trava o número 10 do GD Chaves. Mais uma grande exibição, coroada com um bom golo que deu um ponto aos Valentes Transmontanos. A continuar assim, vai ser difícil travar os interessados estrangeiros.

 

O DESAPARECIDO

 

Paulo Vítor
Fonte: GD Chaves

 

Paulo Vítor – Que erro desastroso! Ofereceu a bola ao adversário e permitiu o 1-0 para o Leixões. Recompôs-se ao longo do jogo, mas o mau passe foi decisivo no resultado final.

 

DISCURSO DIRETO

 

João Teixeira: “Fizemos um bom jogo. O último jogo tinha sido há um mês. Merecíamos claramente a vitória, encostámos o Leixões, uma excelente equipa, às costas. Dar uma palavra aos adeptos do Desportivo que vieram cá apoiar-nos. A ambição é subir cada vez mais, só depende de nós.”

 

Vítor Campelos: “Fico satisfeito pelo que fizémos, especialmente na segunda parte. Chegámos ao empate, continuámos a carregar e a vitória assentáva-nos bem. Não competíamos à um mês, isto não existe. Estivemos só a treinar durante quatro semanas. No início da época tivemos 10 jogadores com covid e jogámos à mesma. Triste pelo resultado, merecíamos um prémio, mas jogar na casa do Leixões é difícil. Subida? Foco é no próximo jogo, vamos voltar a casa 43 dias depois, é um campeonato atípico.”

Outras publicações

Leave a Comment