Vitória SC 2-1 GD Chaves: Imaturidade trai alma flaviense

GD Chaves perde com o Vitória SC
Fonte: GD Chaves

 

Um murro no estômago. É com este sentimento que o Desportivo de Chaves deixa Guimarães ao perder com o Vitória SC por 2-1, num período de compensação de loucos, mas que não foi suficiente para pontuar.

 

A primeira parte mostrou as debilidades do costume. Falta de criatividade e engenho deram o controlo por completo aos vimaranenses, que chegaram ao golo de penálti: o árbitro considera que Mendes tocou Tiago Silva e o próprio médio fez o 1-0.

 

 

Só em desvantagem é que o GD Chaves abriu os olhos e tentou procurar alguma coisa. Abass testou os reflexos de Bruno Varela com um grande remate, seguido de dois falhanços de João Mendes.

 

No segundo tempo, a equipa azul-grená continuou forte, especialmente por intermédio de Abass, que penetrou na defesa vitoriana por várias vezes, mas sem sucesso. Do outro lado, a passividade flaviense quase dava problemas, mas a bola foi ao poste.

 

Vamos então à compensação: aos 90’+5, Abass lutou pela recarga após um cruzamento e chutou forte para o 1-1. Festa flaviense, cancelada no minuto seguinte. Nélson Monte e Langa aos papéis e Safira a atirar para o 2-1 final.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Issah Abass no GD Chaves
Fonte: GD Chaves

 

Issah Abass – O melhor extremo do plantel azul-grená. O ganês entrou ainda na primeira parte por lesão de Luther Singh e mudou o jogo para o GD Chaves. A boa exibição acabou recompensada com um golo. Pena que não tenha sido suficiente para somar pontos.

 

O DESAPARECIDO

 

João Mendes
Fonte: GD Chaves

 

João Mendes – É certo e sabido que as desconcentrações na defesa custaram o jogo, mas o mesmo se pode dizer das falhas na finalização de Mendes. Teve dois falhanços em que podia ter dado o empate, além de estar no lance do penálti para o Vitória SC.

 

DISCURSO DIRETO

 

João Teixeira: “É frustrante e algo que não pode acontecer. Não podemos marcar um golo e sofrer logo a seguir. Já aconteceu isto noutros jogos, a nossa equipa tem de crescer nesse sentido, não podemos dar abébias destas. Pelas oportunidades criadas, o empate era justo. A nossa equipa é pouco madura nesse aspeto, temos de crescer nesse sentido.”

 

Vítor Campelos: “Os jogadores estavam algo frustrados, até porque trabalharam muito para que o resultado fosse outro. Os jogadores têm de perceber que temos de aprender com os erros. Depois de tanto tempo a perder e de termos chegado ao empate merecidamente, num lance em que deveríamos ter sido mais eficazes e concentrados, deitámos tudo a perder.”

Outras publicações