Crónicas do Topo Sul

Académica OAF 2-1 GD Chaves: Flavienses comprometem subida

Fonte: GD Chaves

 

O GD Chaves facilitou na visita à Académica e permitiu que os Estudantes dessem a volta ao resultado. Vítor Campelos sofre a primeira derrota ao serviço dos flavienses, num resultado que complica as contas da subida para os Valentes Transmontanos.

 

Numa primeira parte dividida, os flavienses chegaram a meter a bola na baliza da Académica aos 14 minutos, mas o golo de Vasco Fernandes foi anulado por fora-de-jogo de Batxi, que fez a assistência.

 

Foi preciso esperar pelos últimos dez minutos para ver grandes ocasiões: aos 35′, uma oferta da defesa acabou nos pés de Bouldini, que rematou dentro da área, mas a bola bateu com força na barra da baliza de Paulo Vítor.

 

Respondeu o GD Chaves, com João Teixeira a criar perigo num remate de longe que saiu pouco ao lado. Estava dado o aviso para o que aconteceu aos 41 minutos: a Académica ofereceu a bola a João Correia e o lateral-direito, de fora da área, a rematar colocado para o 1-0. Vantagem com que os Valentes Transmontanos foram para intervalo.

 

João Correia e Juninho festejam o primeiro golo do Desportivo Fonte: GD Chaves

 

Na segunda parte, o Desportivo esteve perto do golo por duas vezes, mas nem Juninho, nem João Correia conseguiram marcar.

 

Já a partir da hora de jogo, foi a Académica a dominar e a chegar ao empate nos últimos 15 minutos: João Reis foi “anjinho” e fez penálti sobre um adversário. Chamado a marcar, Zé Castro enganou Paulo Vítor e restabeleceu o empate.

 

Aos 84 minutos surgiu a reviravolta e com grandes culpas para a defesa do GD Chaves. Num canto na direita, nenhum defesa ss fez à bola, o guarda-redes saiu aos papéis e acabou por ser Bouldini a cabecear para o 2-1. No final da partida, Paulo Vítor deu uma cabeçada num adversário e acabou por ser expulso, enquanto Luís Rocha viu cartão vermelho por palavras ao árbitro, num final desastroso após um resultado decepcionante.

 

O sonho da subida, esse, fica mais longe numa altura em que chega-se às últimas quatro jornadas da Segunda Liga.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Fonte: GD Chaves

 

João Correia – Fez o golo do GD Chaves e esteve envolvido noutros lances de perigo. É um dos melhores laterais-direitos do campeonato e um dos grandes destaques da temporada flaviense. Mais uma boa exibição a juntar a tantas outras.

 

O DESAPARECIDO

 

Fonte: GD Chaves

 

Paulo Vítor – O guarda-redes brasileiro teve o momento mais “António Filipe” da temporada: facilitou no segundo golo da Académica e termina o jogo com uma agressão sem sentido a um adversário. Pede-se bem mais a um jogador tão experiente… e já o vimos fazer tão melhor esta época.

 

DISCURSO DIRETO

 

Vítor Campelos: “Na primeira parte controlámos o jogo. Tivemos o golo e outra oportunidade para marcar. Na segunda parte [a Académica] teve uma reação. Este resultado já passou, faltam quatro jogos e tenho a certeza que, até final, vamos fazer coisas muito boas.”

 

João Correia: “Saio triste, mas temos de estar satisfeitos com o que fizemos dentro de campo. Tentámos ganhar e demos o nosso máximo. Isto não significa nada, ainda há muitos pontos para jogar e vamos continuar humildes, jogo a jogo.”

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.