Do Melhor ao Pior

Do Melhor ao Pior no… GD Chaves-FC Porto B: João Mendes brilha de azul-grená

Fonte: GD Chaves

 

O GD Chaves regressou às vitórias com uma reviravolta categórica por 4-2 frente ao FC Porto B. Na conquista dos três pontos, os Valentes Transmontanos mostraram uma grande atitude e fizeram por merecer o triunfo. Eis as notas aos jogadores que entraram em campo no Municipal.

 

Samu – 3: Muito nervoso, com saídas sem serem planeadas e vários calafrios que causou à equipa. Leva nota positiva quase por solidariedade, já que não teve culpas nos golos sofridos. Mesmo assim, tem de melhorar.

 

João Correia – 3: Mais uma boa exibição do lateral direito. Não foi o todo o terreno de outros jogos, mas foi perigoso no ataque e esteve no lance do primeiro golo flaviense.

 

Nuno Coelho – 2: Voltou a facilitar. Deixou que os jogadores do FC Porto B fizessem o que quisessem no lance do primeiro golo e ainda colocou em jogo o marcador. Parece cada vez menos inspirado quando joga a central.

 

Alexsandro – 3: Bom jogo do jovem brasileiro. Conseguiu limpar muitos lances de perigo do FC Porto B e pareceu menos taralhoco nos passes do que noutros jogos.

 

Bruno Teles – 3: Esteve bem o experiente lateral brasileiro. Ajudou o ataque e conseguiu evitar que os portistas explorassem muito o flanco.



Obiora – 2: Esteve uns bons furos abaixo daquilo que pode fazer. Pareceu contribuir pouco para a manobra defensiva do GD Chaves. É uma negstiva quase a tocar no suficiente, mas sabemos que o nigeriano pode fazer mais.

 

João Mendes – 4: Jogaço! Foi perigoso no remate e criou muito perigo com a técnica que tem. Na segunda parte partiu tudo, com boas combinações e os primeiros dois golos com a camisola azul-grená. Ainda vai fazer os adeptos do GD Chaves muito felizes esta época.

 

João Teixeira – 3: Fez um bom jogo. Foi subindo de forma e coroou a exibição com uma excelente combinação com Adriano Castanheira para o 3-2.

 

Adriano Castanheira – 4: Aí está a veia goleadora de Castanheira. Esteve excelente na segunda parte e conseguiu marcar dois golos, numa exibição que mostrou o porquê de ser um dos melhores extremos da equipa.

 

João Batxi – 3: Voltou à titularidade e esteve confortável em campo. Usou a velocidade e a técnica para criar problemas ao adversário. Atirou à barra no lance que culminou no primeiro golo flaviense.

 

Platiny – 3: Mais interventivo que no jogo com o Vilafranquense, no entanto não mostra a capacidade para ser um goleador esta época. Cada vez parece ter mais caracterísricas de ala e não de ponta-de-lança.



Juninho – 3: Pareceu estar minimamente interessado em jogar desta vez, o que já não é mau. Quase fez um golo.

 

Ricardo Guima – 3: consolidou o meio-campo.

 

Wellington – 3: Trouxe frescura às alas.

 

Bruno Langa – 3: Esteve pouco tempo em campo.

 

Kevin Pina – 3: Idem aspas.



COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.