Crónicas do Topo Sul

Estoril Praia 1-1 GD Chaves: Empate sem sabor para os flavienses

Fonte: GD Chaves

 

Está praticamente perdido o sonho da subida. Depois de uma grande série de bons resultados com Vítor Campelos, o GD Chaves leva agora três jogos sem ganhar e foi no terreno do Estoril Praia que caíram quase todas as esperanças de sucesso maior este ano, num jogo em que os Valentes Transmontanos tiveram muitas baixas.

 

Os locais entraram mais fortes no jogo, com as primeiras oportunidades a surgirem para os canarinhos, mas sem sucesso. Foi preciso esperar pela meia-hora de jogo para ver um golo… e para o conjunto azul-grená.

 

Erro da defesa estorilista, Wellington passa para Roberto e o avançado serviu Zé Tiago, que rematou para o fundo da baliza para o 1-0. Festa flaviense no sul do país, mas que durou apenas quatro minutos: combinação no ataque estorilista e Miguel Crespo a rematar cruzado para o empate. Resultado com que as duas equipas foram para intervalo.

 

Zé Tiago voltou aos golos com a camisola do Desportivo Fonte: GD Chaves

 

Na segunda parte, voltou a ser o Estoril Praia a entrar mais perigoso, com André Vidigal a rematar à trave logo nos primeiros segundos da etapa complementar. Pouco depois foi Hugo Basto, um velho conhecido dos adeptos flavienses, a cabecear para uma grande defesa de Ricardo Moura.

 

O Estoril Praia causava mais perigo na segunda parte, mas a expulsão de Miguel Crespo colocou alguma água na fervura do ataque canarinho e deu a oportunidade do GD Chaves recuperar o controlo da partida, mas a finalização foi um problema para os comandados de Vítor Campelos.

 

Aos 88 minutos, João Batxi, recém-entrado, tentou um remate em arco dentro da área, mas a bola saiu pouco ao lado da baliza. Já na compensação, Luís Rocha esteve a centímetros de cabecear certeiro para golo, mas o golpe de raspão não foi suficiente para levar a bola à baliza.

 

Com este empate, o Desportivo de Chaves continua a marcar passo na luta pelos lugares de promoção, com os lugares play-off a estarem a cinco pontos de distância, numa altura em que estão apenas seis pontos em disputa.

1 COMMENTS

  1. Há que fazer uma reflexão no fim da epoca sobre a má construção do plantel para na próxima época nao se cometer os mesmos erros. Ja agora o treinador vitor campelos devia comecar a preparar a proxima epoca.

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.