Crónicas do Defeso

GD Chaves 0-2 Boavista: Flavienses sofrem primeira derrota com algum azar à mistura

Fonte: GD Chaves

Ao terceiro jogo amigável, chegou a primeira derrota do Desportivo na pré-temporada. Contra o primodivisionário Boavista, o Chaves ainda mostrou alguns traços de qualidade, mas foi traído pelo azar e ainda alguns desajustes na equipa, acabando derrotado por 2-0 pelos axadrezados.

 

Os flavienses criaram as primeiras oportunidades de perigo na primeira parte, mas Mika Borges e João Bachi não foram capazes de bater o guarda-redes contrário nos lances em que estiveram em posição privilegiada. Do outro lado, o Boavista criou perigo por duas vezes através de Yusupha, mas sem consequências.

 

Na segunda parte, porém, apareceram os golos dos visitantes. Na sequência de um canto, já aos 62 minutos e na melhor fase do Boavista, Neris correspondeu de cabeça ao cruzamento de Carraça. O Chaves tentou responder e esteve perto de empatar o encontro por duas vezes, ambas por jogadores da equipa satélite: João Bachi acertou no poste após um livre direto e Sangaré acertou na barra numa jogada cara-a-cara com o guarda-redes adversário.

 

O resultado final foi estabelecido aos 90 minutos por Samu, que passou a marcação adversária e atirou para o poste mais próximo do guarda-redes flaviense Samuel Silva. José Mota ainda apostou em jogadores como Nikola Maras ou o recém-chegado João Gamboa, mas não foi possível fazer melhor e a derrota acabou mesmo por acontecer, havendo ainda espaço para polémica no lado flaviense. João Teixeira desentendeu-se com alguns adeptos transmontanos e respondeu com gestos obscenos para a bancada, acabando substituído rapidamente por José Mota. Mais tarde, o clube lançou uma nota em que o jogador se retratou dos acontecimentos, mas o mal já estava feito.

O Desportivo de Chaves volta a entrar em campo no dia 13 de julho, sábado, frente ao Paços de Ferreira, na Capital do Móvel.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *