Crónicas do Topo Sul

GD Chaves 1-2 Moreirense: Quem é o mais inútil desta equipa?

Foto: PEDRO SARMENTO COSTA/LUSA

Estreia de Tiago Fernandes não correu pelo melhor e deixou a claro que o problema não está no banco.


Santa paciência que esta equipa nem tenta jogar futebol. Depois de seis derrotas consecutivas, uma chicotada psicológica e a chegada de um técnico com ideias frescas, o Chaves continua a não fazer exibições minimamente aceitáveis e perder contra o Moreirense em casa mostrou bem quão triste é ver certos jogadores a vestir de azul-grená.

 

Num onze inicial com três alterações – Niltinho, Perdigão e William voltaram à titularidade – o Desportivo apresentou-se com Ghazaryan atrás do ponta-de-lança, num 4-4-2 a pender para um 4-2-3-1 e, de inicio, ainda se viu um Chaves ativo, tal como no Jamor, mas a equipa voltou a cair de atitude após os 22 minutos, quando Bressan falhou uma grande penalidade.

 

Após o falhanço de Bressan, que volta a mostrar a nulidade que é nesta equipa e que, mesmo assim, continua a jogar, o conjunto azul-grená deixou de aparecer e voltou a ter exatamente a mesma atitude que no jogo contra o Belenenses SAD. Na 2ª parte poucas oportunidades criaram, com o festival de falta de atitude a dominar o relvado do Municipal.

 

Sem surpresas, o Moreirense fez três golos (um anulado) e fez o que quis no segundo tempo, com o Chaves ainda a conseguirem reduzir a desvantagem, mas sem conseguir estar perto do empate, num atestado de falta de querer da “equipa”. Ainda foram lançados Mika e Faissal, da equipa satélite, mostrando mais vontade em 30 minutos que o resto dos “profissionais” com uma camisola do Chaves nas últimas cinco jornadas.

 

Neste plantel, ninguém tem atitude e ninguém se mostra sequer interessado em mudar esta situação. Venha o comunicado de coitadinho de Bressan, venha Marcão a mandar vir com os adeptos por não estarem felizes e contentes com o último lugar, venha o Luís Martins de braços cruzados e com ar de mau, qual segurança da Platz, venham todos os pseudo-Valentes, metam-se num autocarro e sigam para o aeroporto mais próximo, para não chatearem mais os sócios e adeptos que sofrem todas as semanas com os primadonnas que riem na cara do emblema que lhes paga as jantaradas de picanha todos os dias.

 

Continuem a fazer histórias para o Instagram em vez de treinar a sério, que é isso que faz falta…

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *