Antevisões

Daniel Ramos: “Queremos chegar o mais longe possível na Taça”

O técnico dos Valentes Transmontanos quer seguir em frente na prova-rainha, confiante em fazer melhor que no jogo do campeonato entre açorianos e flavienses.

 

A Taça de Portugal está de volta e, após um duelo acessível contra o Pedras Salgadas, o Chaves volta a ter de defrontar o Santa Clara, agora primodivisionário, na 4ª eliminatória. O timoneiro flaviense aponta como objetivo a “passagem na eliminatória, com maior ou menor dificuldade”, com a consciência que do outro lado está “uma equipa de Primeira Liga que tem o mesmo objetivo”. “Sabemos que só há um desfecho, que é uma equipa a passar, vamos tentar ser nós a consegui-lo”, disse o técnico dos Valentes Transmontanos.

 

Acerca das várias ausências por lesão, Daniel Ramos revelou que há mais uma baixa no plantel: “Temos alguns jogadores condicionados, ainda hoje perdemos o Lionn, que sentiu uma dor na coxa e deve ficar de fora”, anunciou. Porém, o treinador do Desportivo está optimista com as opções disponíveis na equipa, afirmando que  não há necessidade de “lamentos que não valem a pena”. “Temos de confiar nos que estão disponíveis, acreditar que a sequência será boa depois de uma vitória e procurar uma continuidade de bons resultados para a equipa crescer em termos de confiança”, disse o técnico azul-grená.

 

O jogo para o campeonato diante do Santa Clara não agradou ao treinador do Chaves, que disse ser preciso “retificar, tirar ilações”. “Já analisámos aquilo que será preciso fazermos no jogo. Acho que temos um grupo de trabalho muito ciente daquilo que é preciso para sermos mais pragmáticos, mais objetivos, reduzirmos o risco e com esses itens, aliado à qualidade da equipa, conseguir, seja em penáltis ou no prolongamento, passar”, afirmou o técnico, que quer “chegar o mais longe possível” na Taça de Portugal.

 

Apesar do jogo menos conseguido nos Açores em outubro, Daniel Ramos está confiante que este jogo para a prova-rainha vai ser diferente: “Basta um golo para que tudo se modifique. As equipas sabem que aos 90 minutos o jogo não acaba, tem características específicas, há a possibilidade de uma quarta substituição, características diferentes do campeonato e vamos tirar proveito dessas possibilidades e da possibilidade de levar o Santa Clara vencido nos 90 minutos”, concluiu o timoneiro flaviense.

 

O Desportivo joga no estádio de S. Miguel no domingo, dia 25 de novembro, às 17H00, frente ao Santa Clara, em duelo para a 4ª eliminatória da Taça de Portugal.

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *