chavesvsrioave

chavesvsrioave

Homens de Daniel Ramos ainda começaram a ganhar, mas sofreram a reviravolta no segundo tempo com alguma descoordenação defensiva.

 

O Desportivo apresentou-se no Estádio dos Arcos, em Vila do Conde, com três reforços no onze inicial – Marcão, Luís Martins e Avto – bem como um jovem da equipa B – Bachi. A completar o que parecia ser um 4-3-3 estiveram António Filipe, Paulinho, Maras, Filipe Melo, Stephen Eustáquio, Bressan e Platiny. Ausentes ficaram Filipe Brigues e Mica Borges, com mialgias de esforço.

 

O Chaves marcou primeiro e bem cedo, logo aos 9 minutos, com Avto a receber muito bem uma bola longa na esquerda do ataque e a atirar certeiro à baliza de Makaridze, que foi mal batido pelo compatriota de azul-grená.

 

A ganhar ao intervalo e com um jogo sólido dos pupilos de Daniel Ramos, o técnico dos Valentes Transmontanos fez várias alterações para o segundo tempo e a equipa ressentiu-se, também porque os locais decidiram fazer poucas alterações e mantiveram mais coesão na etapa complementar.

 

Aos 58 minutos o Rio Ave restabeleceu a igualdade por Nuno Santos, que conseguiu aparecer entre os defesas do Chaves e a desviar para fora do alcance do guarda-redes. Já aos 80 minutos, os locais completaram a reviravolta após um canto, com Borevkovic a disparar para o fundo da baliza, após nova descoordenação da defesa, normal nos jogos de pré-temporada.

 

O próximo jogo amigável do Desportivo será no dia 18, terça-feira, frente ao Tondela, já no estágio em Quiaios.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

P