Crónicas do Topo Sul

UD Vilafranquense 0-1 GD Chaves: Batxi coloca flavienses na rota da subida

Fonte: GD Chaves

 

Por ironia do destino, a pior exibição do GD Chaves na era Vítor Campelos acabou por dar na segunda vitória do técnico à frente dos flavienses. Valeu um golo de João Batxi para o Desportivo levar a melhor sobre o Vilafranquense e ficar a seis pontos dos lugares de subida.

 

Mas já lá vamos, que o jogo começou bem menos interessante, com um duelo equilibrado no reencontro com Carlos Pinto. Aos 17 minutos surgiu o primeiro lance de perigo, com Guedes a rematar forte e a obrigar o guarda-redes a defesa difícil.

 

Numa primeira parte desinteressante e com muitos passes falhados nas duas equipas, o Vilafranquense esteve perto do golo em cima do intervalo, mas André Claro, sozinho na área, cabeceou por cima.

 

Do outro lado, João Reis fez tudo bem, entrou pela área dentro mas, na hora H, cruzou sem olhar e a bola não foi para ninguém. Ninguém ficou surpreendido pelo nulo manter-se até ao intervalo.

 

Jogadores do Desportivo e do Vilafranquense unidos contra o racismo, em jogo que marcou regresso às vitórias dos flavienses Fonte: GD Chaves

 

Na segunda parte foi Wellington a dar o primeiro aviso num remate de fora da área aos 50 minutos, mas saiu fraco e a bola passou ao lado da baliza.

 

Mais sorte teve João Batxi três minutos depois: João Reis cruza na esquerda, a bola sobra para o extremo angolano que, sozinho na área, rematou para o 1-0 do GD Chaves, no regresso aos golos do jovem jogador cinco meses depois.

 

A partir daqui, viu-se um Desportivo com muitas dificuldades em criar perigo e o Vilafranquense aproveitou para assustar, mas também sem grande sorte na hira de visar a baliza de Paulo Vítor.

 

A intervenção mais apertada do guarda-redes brasileiro aconteceu perto do fim, com um cruzamento a chegar perto da baliza e a obrigar Paulo Vítor a desviar a bola para fora.

 

No final, os três pontos seguem com o conjunto azul-grená para o Municipal, depois de um jogo em que a exibição deixou muito a desejar, mas o triunfo ficou na mão dos Valentes Transmontanos.

 

HOMEM-DO-JOGO

 

Fonte: GD Chaves

 

João Batxi – Num duelo de dificuldades, o internacional sub-23 desbloqueou o resultado com um golo e garantiu a segunda vitória para Vítor Campelos, no primeiro golo de Batxi desde o jogo com o CD Feirense na primeira volta.

 

O DESAPARECIDO

 

Fonte: GD Chaves

 

João Teixeira – Tanta dificuldade em criar jogadas com nexo do médio. João Teixeira voltou a mostrar que tem demasiado talento para tão pouca inteligência de jogo, com muitos passes desacertados ou corridas em que acaba por oferecer a bola. Saiu zangado do jogo e só se pode queixar dele próprio.

 

DISCURSO DIRETO

 

Vítor Campelos: “Tínhamos de ser uma equioa muito determinada. Na primeira parte tivemos dificuldades no último passe. Na segunda parte entrámos fortes e chegámos ao golo. Devíamos ter mais discernimento para ‘matar’ o jogo, mas não conseguimos. Deixar uma palavra de conforto à família do Joel, um jovem que jogou no GD Chaves e que nos deixou.”

 

João Batxi: “O prémio não é só meu, é de todo o grupo. Temos lutado por cada jogo, por cada ponto e no final fazemos as contas. Parabenizar a Liga pela campanha contra o racismo: não faz sentido, somos todos humanos e a cor não importa.”

1 COMMENTS

  1. Ganhamos mas se nao jogarmos mais no jogo contra o Penafiel é mais uma derrota em casa. Ja agora temos um plantel envelhecido e mal preparado fisicamente é uma vergonha.

COMENTA ESTE ARTIGO

O seu endereço de email não será publicado.